Ir para conteúdo

Morar perto ou morar longe, isso faz diferença pra você?


Ricardo Tereno

679 visualizações

 Share

Morar perto ou morar longe?

Essa sempre foi uma questão de grande peso para mim, já me fez mudar diversas vezes o foco dos estudos. 

Como todo concurseiro iniciante, eu  tinha o sonho de trabalhar na Receita Federal, salário alto, o maior salário que eu tinha ouvido falar no setor público. Imagina só, ganhar 20 salários mínimos e ainda ter a tão sonhada estabilidade?

Daí veio ao meu conhecimento as tão temidas fronteiras, o risco de morar longe da família e de talvez não conseguir voltar.

Um belo dia descubro que existe um órgão que é considerado um dos melhores do Brasil, chamado TCU. Uma grande missão: Controlar a utilização do dinheiro público. E que missão! Porém quem quiser trabalhar lá, terá que se preparar para morar em Brasília. No meu caso, eu e minha família moramos no interior de São Paulo. 

Para mim o quesito família e as grandes amizades têm um peso considerável.

Creio que essa decisão está ligada aos valores de cada pessoa, e quando falamos em valores não há certo e nem errado, pois cada um de nós é único, temos pensamentos e vivências diferentes. Não cabe a mim julgar quem está certo e nem errado.

Uma grande amiga me ensinou: Siga sempre o seu coração, pois assim nunca poderá culpar os outros pelos seus erros!

É o que tenho feito, é o que aconselho as pessoas a fazerem.

As coisas mudam, o universo está em constante evolução. 

Tenho refletido muito a respeito dessa questão de missão dos órgãos e cheguei a uma conclusão:  Independentemente do órgão em que eu me estabeleça, posso e devo honrar e fazer jus a missão que a mim é confiada, há espaço para o bem em qualquer lugar!

Atualmente sou servidor municipal, trabalho distante de onde moro, mas todos os dias estou com a minha família. No meu trabalho procuro me esforçar e fazer o  meu melhor.

Depois de algum tempo, decidi subir um degrau de cada vez, e tentar um salário bom sem sair de perto de quem eu amo. A comunidade me ajudou a amadurecer isso. 🙂

Morar perto ou morar longe? Isso faz diferença pra você? 

 

Editado por Ricardo Tereno

  • Curtir 3
 Share

8 Comentários


Comentários Recomendados

Vinícius Renato

Postado

Opa. Não, não faz diferença... Tem pessoas que são menos ou mais apegadas à família etc, não é meu caso. Muito pessoal.

Dou a cara à tapa de boa rsrs, realmente não é um fator que me pesa muito. Meu sonho é morar no Sul, e não tenho nenhum parente por lá, nem amigos rs. 

  • Curtir 1
  • Obrigado! 1
Link para o comentário
Ricardo Tereno

Postado

Bacana Vinicius, bom saber seu ponto de vista. Respeito a sua forma de pensar, como você mesmo disse é algo muito pessoal. Muitas vezes o sonho do TCU me balança, mas por enquanto pretendo ficar por perto. Porém pode ser que mais pra frente eu crie coragem e viva o meu sonho. De qualquer forma precisamos estudar muito. Agradeço por compartilhar seu ponto de vista.

Link para o comentário
Leomar RIbeiro

Postado

Ótima reflexão colega. 

Compartilho do mesmo ponto de vista do colega acima (o Vinícius): para mim não faz diferença! Adapto-me a qualquer cidade e estabeleço novas amizades e conexões, o importante é estar na conta bancária aquele valor que acreditamos compensar toda essa adaptação e mudança de vida.

  • Obrigado! 1
Link para o comentário
Ricardo Tereno

Postado

Obrigado Leomar por compartilhar seu ponto de vista.

Link para o comentário
FocaDireitoNoCafe

Postado

Hoje em dia, com a realidade do teletrabalho, é questão de tempo voltar pra casa. Vale a pena o sacrifício 

Link para o comentário
Caio Vinicius Martins Goncalves

Postado

Ricardo, conforme alguns colegas disseram: a escolha de morar "longe" é totalmente pessoal.

Sou engenheiro e já trabalhei em algumas cidades do país pela iniciativa privada (Florianópolis, São Paulo e Rio de Janeiro), morando cerca de 8 anos longe de casa. Confesso que, depois de toda essa experiência, enjoei de morar longe e de fazer mudanças.

Natural de Campo Grande, MS, hoje retornei pra minha cidade e não quero mais sair daqui. Continuo trabalhando na iniciativa privada e foco em concursos nos quais tenho oportunidade de continuar aqui (atualmente Receita Federal e SEFAZ/MS, quem sabe TCE ou algum outro que tenha uma boa remuneração por aqui).

 

Bom trabalho para todos nós!

Abraços.

Link para o comentário
Gustavo A.

Postado

   Boa tarde, Ricardo

   Meu amigo que tema interessante, tenho minha opinião também e gostaria muito de compartilhar

   No ano de 2017 aconteceram coisas que mudaram minha vida para sempre. Minha mãe descobriu um câncer no intestino e minha presença foi fundamental para operacionalizar os meios de combater este mal que exige tempo e compromisso. Como se não bastasse, meu pai faleceu em Abril, dois meses depois do nascimento do meu filho. Mas Gustavo, por que você está me contando tudo isso? Bom, o que quero lhe dizer é que a vida é dinâmica, cheia de eventos e temos de ter sempre em mente que uma decisão pode mudar tudo!!!

   Eu não sei o que faria, morando longe de meu filho, sob vários aspectos. E não sei se minha mãe teria sobrevivido sem meu apoio, Quanto a meu pai? Como ele era separado de minha mãe, e morava sozinho em outra cidade...acredito que talvez o destino dele poderia ter tomado outro rumo se tivesse tido o meu apoio e de meus irmãos. 

   Somado a isso, acredito que concurso não é tudo na vida, e por mais que seja complicado aqui no nosso país, você pode empreender, abrir um negócio, sabe, há outras formas de vencer na vida. Hoje eu não estudo para a área fiscal, mas para um único cargo de Auditor aqui na minha região. Caso não passe, não vou de forma alguma para outro estado, ou uma fronteira. A vida é curta demais para viver sem o sorriso de meu filho, o calor de minha esposa, a alegria de meus irmãos...os últimos momentos de vida da minha mãe. 

   Quanto a estabilidade? Acredite: nada é "estável"! Quanto a felicidade? Está cheio de servidores aí com depressão por achar que a felicidade era apenas passar no "concurso dos sonhos". Meu amigo, deixo aqui uma última mensagem: ""cuidado com o que você deseja, você pode conseguir."

Link para o comentário
Ana Paula Souza Santos

Postado

Boa noite, Ricardo!

 

Posso falar um pouquinho da minha experiência. O que vou dizer pode parecer contraditório,  mas não é.  Sou muito apegada a família,  mas moro longe deles sem grandes problemas. 

Mesmo quando morava com meus pais,  nós vivíamos longe dos demais familiares. Porém,  nunca fomos distantes. Meu pai era Servidor Público Federal e na década de 70 foi transferido para outro estado (sim, na época era transferido o termo). Eu nasci nesse lar e sempre foi natural pra mim viajar para conviver com a família.  E fazíamos isso algumas vezes no ano.

Quando terminei a graduação chegou a minha vez de mudar: fui fazer o mestrado em outro estado onde não tinha família.  Lá conquistei meu primeiro cargo público,  conheci meu marido, e sempre que tinha uma folga estava com meus pais e/ou meus tios e primos. Nós nos amamos muito.

Há 11 anos meu pai descobriu um câncer e, mesmo não podendo estar o tempo inteiro perto dele, nos falávamos quase todos os dias. Entendi que nos momentos difíceis preciso estar a um aeroporto de distância da família. E foi assim que aconteceu. Quando meu pai piorou voei para ficar com eles. Na mesma manhã já estava ao lado dele. 

Dez anos se passaram desde a morte do meu pai e são 20 anos morando em outro estado. Hoje eu sou Servidora Pública Federal há 9 anos em um outro estado, um pouco mais próxima da minha mãe e dos meus tios e primos. Já aconteceram outras situações em que precisei voar para perto de minha mãe e deu certo! Além disso, nesses 20 anos, nunca passei um Natal sem ela ao meu lado. Fora as vezes em que vamos vê-lá ou ela vem ficar comigo. 

Pra mim, os requisitos do concurso são: 1- cidades com aeroporto, 2- que tenha voos para visitar minha mãe e 3- ganhar o suficiente para pagar a tarifa cheia.

Um grande abraço!

 

  • Curtir 2
Link para o comentário

Faça login para comentar

Você vai ser capaz de deixar um comentário após fazer o login



Entrar Agora
×
×
  • Criar Novo...