Ir para conteúdo

Gestão de si mesmo - Por Peter F. Drucker (Conteúdo do Livro "Gerenciando a si mesmo" da Harvard Business Review


Luiz Fernando Pereira Guedes

286 visualizações

 Share

Vivemos numa era de oportunidades sem precedentes: se você tem ambição, disposição e inteligência, pode chegar ao topo da carreira que escolheu – independentemente do ponto em que começou. Mas com a oportunidade vem a responsabilidade. Hoje em dia as empresas não administram a carreira dos trabalhadores do conhecimento. Cada um precisa ser seu CEO. Em suma, cabe a você se esforçar para conseguir um lugar no mercado de trabalho e saber quando mudar de rumo. E cabe a você manter-se comprometido e produtivo durante sua vida profissional, que pode chegar a 50 anos ou mais. Para fazer tudo isso bem, você precisa se conhecer a fundo. Quais são seus pontos fortes mais valiosos e seus pontos fracos mais perigosos? Como você aprende e trabalha com os outros? Que valores pessoais você mais preza? E em que tipo de ambiente de trabalho pode dar sua melhor contribuição? Uma coisa é certa: somente a combinação de suas potencialidades e do autoconhecimento permitirá a você atingir a verdadeira – e duradoura – excelência. Isso vale carreira privada ou pública.

Na prática

Para construir uma vida de excelência, comece fazendo a si mesmo as seguintes perguntas:

“Quais são meus pontos fortes?” Para identificar seus pontos fortes com precisão, utilize a análise de feedback. Depois de cada decisão importante, anote o resultado esperado. Vários meses depois, compare os resultados reais com suas expectativas. Procure padrões: que tipos de resultado você é capaz de gerar? Que habilidades precisa melhorar para obter os resultados desejados? Ao identificar uma oportunidade de aprimoramento, não perca tempo cultivando habilidades em áreas nas quais sua competência é baixa. Em vez disso, concentre-se em suas potencialidades e desenvolva-as da melhor forma possível.

“Como eu trabalho?” De que forma você trabalha melhor? Você processa informações com mais eficiência com a leitura ou ao ouvir os outros? É mais produtivo trabalhando em equipe ou sozinho? Seu desempenho é melhor quando toma decisões ou quando dá conselhos sobre assuntos importantes? Sente-se bem nos momentos estressantes ou funciona melhor num ambiente previsível?

“Quais são meus valores?” Qual é sua ética? Que responsabilidades você precisa assumir para viver uma vida digna e ética? A ética de sua organização está em sintonia com seus valores? Sem isso, sua carreira provavelmente será marcada por frustração e desempenho insatisfatório.

“Que carreira devo seguir?” Analise seus pontos fortes, estilo de trabalho preferido e valores. Com base nesses aspectos, descubra onde se encaixa melhor e você deixará de ser um funcionário mediano para se tornar um profissional de alto nível

“Qual deve ser minha contribuição?” No passado as empresas diziam aos executivos qual deveria ser sua contribuição. Atualmente, você tem escolhas. Para decidir como melhorar o desempenho de sua organização, primeiro entenda o que a situação exige. Em seguida, com base em seus pontos fortes, estilo de trabalho e valores, pergunte-se como poderia dar sua melhor contribuição para os esforços de sua organização.

Publicado originalmente em janeiro de 1999.

GERENCIANDO A SI MESMO - Gestão de si mesmo.pdf

  • Curtir 1
  • Obrigado! 1
 Share

0 Comentários


Comentários Recomendados

Não há comentários para mostrar.

Faça login para comentar

Você vai ser capaz de deixar um comentário após fazer o login



Entrar Agora
×
×
  • Criar Novo...